sexta-feira, 15 de novembro de 2013

São Francisco até Carmel e Monterey (pela Highway 1) - Onde se hospedar e roteiro gastronômico

São Francisco até Carmel e Monterey -  Onde se hospedar e roteiro gastronômico.



Depois de algumas noites em São Francisco, hora de seguir para Carmel, conhecendo a famosa Estrada Highway 1.

6º dia) Primeira parte da viagem pela Highway 1: São Francisco – Carmel.

Fizemos a reserva do carro aqui do Brasil, pelo site: http://www.happytoursusa.com , onde conseguimos uma cotação de locação na Hertz melhor do que se fizéssemos diretamente com eles, e não tivemos nenhum problema. Na Califórnia, diferente de quem está acostumado a viajar pela Flórida, você não precisa se preocupar em contratar o serviço de tollpass (passe livre nos pedágios), pois nessa rota não tem pedágio.

Alugamos o carro com GPS , pois acho que esse é o primeiro ponto que devemos avisar para quem quer viajar: quando for colocar no GPS para onde está querendo ir, coloque o nome da via: Highway 1 e não somente o nome da cidade para onde vai, pois, do contrário, o GPS sempre te indicará outros 2 caminhos e com isso você não iniciará sua viagem pela Highway 1.

Essa viagem era um sonho, então saímos cedo do hotel em São Francisco para fazermos todo o caminho com calma.


Califórnia



 De São Francisco até Carmel você tem por volta de 190 km de estrada, porém não aconselhamos percorrê-la correndo. 
Vá devagar pela costa e aprecie as paisagens. Durante todo o trajeto você terá vários locais com segurança para tirar fotos e começar a entender porque essa rota de viagem é tão famosa. 


Califórnia



Chegamos a Monterey por volta de 14 horas. A cidade é bem conhecida devido ao seu famoso aquário, considerado um dos maiores de água salgada do mundo. 







Almoçamos num restaurante chamado Fish Hoper, que se localiza no píer de Monterey. 
É imperdível, além da comida ser maravilhosa (acho que foi a melhor massa com frutos do mar que comemos até hoje), você é super bem atendido e a vista do restaurante é magnífica. 
O restaurante foi projetado para ficar “sobre o mar”, ou seja, todas as janelas de vidro ao seu redor têm vista para o mar.





 Fish Hopper



 Passeamos pelo centrinho de Monterey e fomos para Carmel, onde nos hospedamos.

Apesar de em Carmel os hotéis serem mais caros do que em Monterey, queríamos nos hospedar nela devido ao que muitos amigos nos falaram, e, realmente, achamos que valeu super a pena ficar nessa cidadezinha. 


Califórnia



A cidade é um charme e você saberá que chegou nela quando olhar para o relógio na rua e vir que é da marca Rolex.
Rolex

Uma cidade pequena com vários restaurantes, galerias de artes, lojinhas.  Uma cidade linda, que mistura conforto e sofisticação com um leve toque rústico. Simplesmente imperdível!!!!! 


Em Carmel, conhecemos um casal, onde a mulher é brasileira e seu marido cresceu na cidade. 
Acabamos combinando de ir com eles num restaurante mexicano que fica em Carmel Valley. Pena não lembrar o nome do restaurante, pois a comida estava deliciosa e o restaurante é agradabilíssimo.

7º dia) Fomos fazer a 17 Miles Drive (uma estrada costeira com lindas vistas): Não queiram percorrê-la com pressa, pois apesar de ser uma pequena distância, você deixará de aproveitar muita coisa dela.
 A costa toda é lindíssima e tem muitos pontos para tirarmos fotos. 
Carmel
Carmel


Aproveite para ir ao The Lodge, em Pebble Beach, que é um resort, onde mesmo não sendo hospede, você pode almoçar por lá ou mesmo beliscar algo, tomar um drinque e sentar num dos sofás perto de uma lareira de frente para o mar. 
Há, também, os campos de golfe mais famosos do mundo.
 Aproveite para relaxar. 


Carmel



Carmel



Depois do nosso descanso merecido, rsrsrs, continuamos seguindo pela 17 miles drive, voltando para Carmel, até chegarmos na Scenic Drive, também imperdível. 
Como já eram 17 horas, fomos almoçar no Mission Ranch, mas estava fechado. 
Trata-se de um restaurante que fica junto a um rancho, com piano bar, cujo dono é o ator Clint Eastwood, que com frequüência é visto por lá,  porém só abre às 18 horas (chegamos cedo).
 Acabamos indo almoçar no La Bicyclette, também muito bem indicado, sempre cheio e bem frequentado.



La Bicyclette


À noite passeamos pelo centrinho de Carmel e fomos num Pub. Não conseguimos aproveitar mais de Carmel, pois pegamos muito frio, mas com certeza ainda voltaremos nessa cidade que possui muito mais pontos para se conhecer.






8º dia) Acordamos e fomos pegar a estrada novamente - rumo a São Luis Obispo.

8 comentários:

  1. Muito bacana.
    Irei fazer o mesmo trajeto em Março deste ano.
    Qual a época que você foi?!

    Obrigado.. []s

    ResponderExcluir
  2. Março... O clima tava ótimo. abs

    ResponderExcluir
  3. Bem legal as dicas, parabéns. Estou indo em abril e gostaria de saber quando se sai de San Francisco devo colocar no GPS somente highway 1 mais o nome da cidade ou somente o nome da estrada.
    Obrigado Sergio

    ResponderExcluir
  4. Saindo de San Francisco devo colocar no GPS somente o nome Highway 1 ou também o nome da cidade.
    Obrigado

    ResponderExcluir
  5. Olá! Você sabe me responder se perco muita coisa indo de São Francisco para Carmel via interior (e não pela Costa)? Agradeço pela ajuda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Creio que seja bem mais rápido ir por dentro. att

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. OI! Sou Angela e estou tentando organizar uma viagem a Sao francisco só para conhecer Carmel !!!!! Sou do tipo "saudade de um lugar que voce nunca esteve"! Bastou ver um filme e me apaaixonei!!!! Adorei ler sobre a viagem de voces!!
    Abraços!!!!! Angela

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...